Abertura – A Gestão Dinâmica e os Futuros Imaginários do Espectro Eletromagnético

drica/ novembro 14, 2017/ Mesas/ 0 comments

9h – 10:30

Mylène Farias (UnB)
Thiago Novaes (ABRADIG)

Embora exista uma evolução técnica acontecendo, a alienação técnica dificulta o desenvolvimento de novas possibilidades características de tecnologias como as novas plataformas de comunicação multimídia. Enquanto os governos e o setor privado insistem em afirmar ao público em geral que o espectro é um recurso escasso, em pequenas cidades, em regiões distantes, isso certamente não é verdade, há muito espectro não utilizado disponível.

O uso do espectro em culturas contemporâneas e diversas exige um pensamento sócio-técnico, em um esforço que vise reduzir a alienação tecnológica. Uma vez que nem todos têm acesso ao mesmo desenvolvimento digital, temos um cenário em que as tecnologias analógicas e digitais compartilham o potencial de capacitar comunidades distantes, onde elas próprias desejam construir redes e ferramentas de comunicação de forma colaborativa.

O objetivo geral do Seminário é discutir como as novas tecnologias de gestão do espectro, como rádio cognitivo e rádio definido por software, abrem possibilidades relevantes para o uso global inovador do espectro, e como essa nova gestão pode provocar uma mudança paradigmática de uma ideia de escassez passando-se a operar com a noção de espectro abundante. Diante de uma realidade onde há muito mais espectro disponível, como a digitalização contribui no desenvolvimento de novas soluções que possam ser implementadas localmente e compartilhadas globalmente?

Confira a apresentação sobre Cultura Tecnica e Espectro.

Dynamic Management and Imaginary Futures of the Eletromagnetic Spectrum

Although there is a technical evolution largely taking place, technical alienation makes difficult the development of new possibilities characteristic of technologies such as new multimedia communication platforms. Whilst governments and the private sector pretend to the general public that the spectrum is a scarce resource, in small villages this is certainly not true, there is a lot of unused spectrum available.

The use of the spectrum in contemporary and diverse cultures requires a socio-technical thinking, in an effort to reduce technological alienation. Since not everyone has access to the same digital development, we have a scenario where both analogue and digital technologies share the potential of empowering far-to-reach communities, who themselves desire to build communication networks and tools collaboratively.

The overall objective of the Seminar is to discuss how new technologies of Spectrum Management, such as cognitive radio and software defined radio, open up possibilities relevant to an innovative global use of the Spectrum, and how this new administration can provoke a change in paradigm in the idea of scarcity to become operable within a notion of Spectrum abundacy. Faced with a reality where there is lot more Spectrum available, how does digitalization contribute to the development of innovative solutions which may be implemented locally and shared globally?

 Workshop de Rádio Digital

Demonstração do funcionamento de transmissão/recepção de RádioDigital padrão Digital Radio Mondiale na banda de 26MHz

10:30 – 12h
1. Cláudio Del Bianco (ABRADIG)
2. Rafael Diniz (UnB)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*